CORRENDO POR AÍ

Rio 40 graus


rio-de-janeiroSemana passada dei uma fugida e fui parar no Rio de Janeiro. Conciliei alguns compromissos com um final de semana bacana com minha parceira de vida Karina.

Entre um passeio e outro, turistando por lá, consegui encaixar 2 treinos, na verdade não foi treino, mas sim aquelas corridas que constumo chamar de rolé na cidade.

Eu fiquei em Copacabana em um apto bem localizado, perto de supermercado, farmácia, ponto de bus e metrô e apenas 1 quadra da praia no posto 5. Era um pulo até o Forte de Copacabana e o Arpoador.

Cheguei na quarta-feira tarde noite e lutando contra o receio da violência resolvi pegar uma lotação, chamada frescão do Galeão até Copa. Barato, seguro e me deixou na esquina do apartamento. A partir dai perdi o medo e andei de busão, metrô, van, caminhei e não me senti em perigo em momento algum, inclusive achei que a zona sul está muito bem policiada, bem como a Lapa no centro, onde fui de metrô e retornei de busão na madrugada.

No primeiro dia pulei da cama as 6hs e me joguei para a orla e corri de Copa até o Leme e depois fui até Ipanema no famoso posto 9. A vibe do esporte na cidade é imensa, centenas de pessoas correndo, pedalando, caminhando, andando de skate, patins, nadando ou simplemente treinando nas academias ao ar livre.

Na sexta-feira no final da tarde corri de Copa até o final do Leblon, peguei uma chuvinha refrescante no Arpoador bem na hora do sol se pôr e com isso não consegui apreciar este espetáculo.

No sábado eu peguei uma bike na praia e eu e Karina pedalamos por toda orla para fechar nosso passeio, pois no domingo logo cedo retornaríamos para casa.

A cidade é legal, bela e agradável. Certamente eu retorno para conhecer outras bandas, mas não troco minha Ilha da Magia por nada…até eu mudar de ideia.

Correr para crer

 

Anúncios

3 comentários em “Rio 40 graus

  1. Pô Diego, ainda bem que vc não falou mal do Rio… rsrsrs.
    Apesar de conhecer todos os problemas, eu amo isso aqui!!! E fico triste quando vejo apenas críticas… Ainda bem que sua estada foi tranquila.
    Mas te entendo perfeitamente quando vc diz que não troca a Ilha da Magia por nada. Eu, que sou daqui, costumo dizer que um lugar que eu iria se fosse pra sair daqui era justamente pra Floripa…
    Da próxima vez que vier avisa e traz a bike que a gente consegue fazer um pedal legal pelas montanhas…
    Abraço,
    Armando. – http://atriathlon.wordpress.com/

    Curtir

Obrigado pela visita e participem comentando no blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s