TREINANDO

Um passo depois do outro


passos

Na vida tudo se constrói com dedicação e perseverança, seja nos estudos, no trabalho e principalmente no esporte. É necessário passar por todas as etapas e como num vídeo game ir passando fase a fase. Dizemos que devemos dar um passo após o outro, vencer os obstáculos até chegar ao nosso objetivo.

Na sexta-feira eu fiz meu pior treino do ano, não por tempo ou pace, mas por motivação. Embora eu tivesse afim de correr eu lutei com meus pensamentos durante 1:25′ para vencer os 15k do meu longão. Logo nos 2k iniciais eu já estava com vontade de voltar para casa, mas segui, segui lutando com a grande vontade de abortar aquele treino com pensamentos do tipo, não sou obrigado a fazer isso etc. O vento também contribuiu para eu quase desistir, estava muito forte.

A cada km meu corpo dizia para parar e a cabeça mandava seguir só mais 1km e assim fui até o 6, 10, 12 e cheguei nos 15k que pareceu demorar muito mais do que os 85 minutos que marcavam no relógio. Cheguei em casa mais cansado do que a meia que corri para 1:36′, estava exaurido.

No sábado pela manhã já acordei com outro humor, o sol estava me esperando, da mesma forma, que o vento já estava logo cedo uivando e me provocando a ficar em casa, mas dei de ombros e fui para Jurerê, pois um treino de transição me esperava, 50k de pedal + 7k de corrida eram o cardápio do dia.

O pedal tinha tudo para ser um fracasso, pois o vento vinha de todos os lados e mesmo assim foi um bom treino. Pensei que iria ficar com as perna moídas para a corrida, mas me surpreendi quando estava correndo com pace abaixo de 4:19″. Reduzi por alguns metros para acompanhar meu parceiro de treino que estava com as pernas pesadas e apertei de novo quando ele disse que não iria mais seguir em frente ficando nos 5km. Fechei o treino com pace de 4:30, ótimo para o dia, ainda mais depois da derrota na sexta-feira.

Fui para casa feliz e sabendo que temos que dar um passo de cada vez!

Correr para crer, my way my run…

Anúncios

8 comentários em “Um passo depois do outro

  1. Diego,
    Adoro pensar que os dias são como uma enorme roda gigante. Momentos estão lá em cima e noutros lá embaixo. Atire a primeira pedra quem nunca se sentiu assim. Parabéns pelo post, aliás pelo blog. Fez aniversário e tudo. 😉
    Seus textos estão cada vez melhores.
    abraço e bons km’s!!
    Helena

    Curtir

  2. Bom saber que não só eu tenho tido tais frustrações. O “você já está bom o suficiente, não é obrigado a fazer isso” me perseguiu última quinta onde tive 12x1000m e já no terceiro tiro já queria voltar para casa e ter cabulado o meu MELHOR treino dos últimos 8 meses. O que vale é ser maduro e não se deixar comprar por esses pensamentos e isso tenho certeza que somos.
    Take care, man!

    (www.runnerhostil.blogspot.com.br)

    Curtir

  3. Lembra que outro dia eu tive esse mesmo treino do capeta??? Pois é, a gente vai ter o dia ruim, isso é certo……mas são justamente esses momentos que moldam nossa confiança, é quando a gente vence o pior inimigo, nós mesmos!!!

    abração…

    Curtir

Obrigado pela visita e participem comentando no blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s