DE TUDO UM POUCO

Ritmo de jogo


tri

No futebol costuma-se dizer que um jogador que ficou algum tempo parado e retorna aos gramados está sem ritmo de jogo, isso pode ser por lesão, por retorno de férias, muito tempo no banco de reservas etc.

Eu senti isso essa semana depois de ficar 3 meses sem treinar. O mais difícil foi a rotina, ou seja, retomar os horários, a disciplina de acordar cedo e de treinar depois de trabalhar o dia inteiro.

O segundo ponto que pegou foi a parte física, pois não estava mais acostumado a treinar todos os dias da semana, correr ou nadar, pedalar ou correr e ainda musculação. O domingo foi perfeito para não fazer nada!

Para melhorar o desafio dessa semana nos dias que consegui pedalar na rua ou nadar em mar aberto estava uma ventania, tinha correnteza e isso dificultou ou melhor, tornou o treino mais desafiador.

Na sexta-feira foi a despedida do meu primo e sua namorada que retornavam para a Irlanda depois de um mês visitando os familiares no Brasil e fomos em um bar para confraternizar. Embora eu não tenha bebido, fui dormir era quase 4h da madruga.

Acordei atrasado e cheguei no treino 8:30 e nesse horário todo mundo já havia saído da água e já estavam pedalando. Nadei sozinho num mar pesado e cheio de correnteza e além disso, eu havia tomado café meia hora antes e fiquei com medo de ter problema caso tomasse muita água salgada. Deu sorte e nadei tranquilo, embora tenha feito esforço dobrado.

Fui pedalar sozinho, novamente o pessoal já estava terminando o treino de pedal e partiria para a corrida. Quando encarei a estrada o vento estava castigando. Terminei meu treino já era 11:20 e o sol fritava e o vento dourava a pele.

Cheguei no point da assessoria moído e comentei com meu novo técnico a respeito da sensação de falta de ritmo e ele comentou que nessa fase o importante não era cumprir a carga de treino a risca e sim criar a rotina e “ganhar ritmo de jogo”.

Você já se sentiu assim, um jogador retornando aos gramados?

Correr para crer, my way, my run!

Anúncios

2 comentários em “Ritmo de jogo

  1. Olá Diego, não tenho nem como comparar minha sleves paradas com o que você ebfrentou.
    Mas fico imaginando a sensação de começar o que os outros estão terminando. Alguns podem desanimar com isso, mas fico feliz em ver que você foi lá e venceu.
    Parabéns

    Curtir

Obrigado pela visita e participem comentando no blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s