CORRENDO POR AÍ

Mar de gente!!


E aí pessoal, como foi os treinos e as provas no final de semana? Eu irei contar hoje sobre uma grande aventura que participei nesse final de semana na Praia do Rosa em Santa Catarina, uma das praias mais lindas de SC e também reconhecida como pico de surfistas.

Há alguns dias eu já vinha falando dos treinos para o Moutain Do, mas essa prova foi tão bacana que o post será divido em 3 capítulos. Prontos para a AVENTURA? Let`s Go!

A prova:

Salve, salve amizade, será que hoje vai dá onda? Rosa sul ou Rosa norte? quem sabe no Silveira rola umas valas…e o vento já tá bombando?

Normalmente esse é o papo da galera do surf chegando ao Rosa, mas nesse final de semana foi diferente, alias bem diferente até porque a galera era outra. A pauta da conversa era algo do tipo: E aí qual o pace que você irá fazer? está usando tênis para trilha ou normal? onde ficam os postos de hidratação? será que a altimetria da prova é casca? Será que tem lama? vai correr 4k, 9k ou 18k?

Havia muita expectativa antes da largada, uma energia alto astral dominava o ambiente, o sol nos iluminava e ajudava a combater o vento sul frio e cortante.

O “brete” de largada estava lotado, várias equipes, gente avulsa, jovens, velhos, novatos, corredores experientes, enfim, muita gente esperava a sirene tocar. Ficar bem na frente ou atrás nessa prova não faria muita diferença, a prova não era de performance e sim de autoconhecimento e principalmente de “turismo e lazer”, mas não levem essa última parte tão ao pé da letra.

O percurso iniciou com 2,5k de estrada de terra que por sinal estava muito boa, poucos buracos, até parecia que a prefeitura havia feito o que se faz em véspera de eleição, tipo uma “operação tapa buracos” e a galera apertou o passo e acho que foi um dos poucos trechos que deu efetivamente para correr e impor algum ritmo durante a prova.

No final da estrada nos aguardava uma duna de 22 metros de altura para transpor e a primeira trilha que ainda não demonstraria como seriam as demais. Nesse momento o que se via era apenas um mar de gente na areia e uma fila indiana no pequeno caminho utilizado apenas por moradores locais, surfistas e pescadores. A organização está de parabéns, pois a trilha era bem sinalizada e havia vários postos de hidratação ao longo do percurso.

Novamente pegamos uma estrada de terra e seguimos tranquilamente só por mais 1,5km, pois dai o bicho começou a pegar. Até o momento 4km haviam sidos percorridos e ainda faltavam longos, ingrimes, embarrados e molhados 14km de morros, mata e praia. Pelo meu GPS a altimetria no ponto mais alto mostrou uma elevação de 117m e conforme a física, tudo que sobe tem que descer!

Quem no início da prova estava preocupado com ritmo da prova como eu, nesse momento já havia deixado de lado e estava somente curtindo o visual lindo que essa prova nos proporcionou. Eu já conhecia as praias, mas nunca havia feito estas trilhas e elas são demais e com certeza agradou a todos os participantes e por isso que no início do post eu falei em turismo e lazer. Em certa altura da trilha eu já estava arrependido de não ter trazido a câmera ou o celular para fotografar e filmar, confesso que por este erro eu não me perdoei.

Perdidos na trilha (A Guerreira):

No 10º km entramos no meio da mata, depois de termos vencidos outras trilhas, barro e também 2km de beira de praia com maré alta. Chegamos ao Rosa Sul e uma nova subida lamacenta e cheia de pedregulhos nos aguardava, poucas pessoas estavam neste mesmo trecho e não havia como ultrapassar ninguém, seguimos em grupo, acho que umas 6 pessoas no máximo.

Estávamos caminhando e ouço alguém perguntar: “Em qual km estamos agora? e eu olhei no Garmin e disse km 10 e ouço a resposta: “Ih acho que perdi a trilha lá atrás, pois eu iria fazer 9km e não 18km. Um breve silêncio que se quebrou com um coro uníssono, agora você vai conosco terminar o percurso dos 18k e de bate e pronto ela respondeu: – Eu irei. Essa resposta soou como a música “I`ll Survive”, pois fazia todo sentido.

Deste trecho até o final corri com a desconhecida Sabrina, que me contou que também estava fazendo a sua primeira corrida de aventura assim como eu. Vinhamos conversando nos trechos que eram possíveis, quando dava para conciliar respiração e conversa e descobrimos que participamos de algumas provas e que também estávamos inscritos para outras. A corrida é democrática todos sabem, mas descobri que também é possível misturar com um pouquinho de socialismo, pois várias pessoas dividiram seu suprimento de água e eu para dar um ânimo para a Sabrina dei um Gel que estava sobrando e realmente fiz uma boa ação e a ajudei a vencer os km restantes.

Fomos até o final juntos, um dando apoio ao outro e creio que terminamos a prova com o mesmo tempo líquido de 2:19:41. Eu venci a minha prova original de 18k e a Sabrina se superou correndo o dobro da sua programação. Espero que ela tenha conseguido trocar com a direção da prova a quilometragem, pois a sua medalha de participação tem um peso dobrado e um sabor duplo, parabéns à ela.

Os amigos:

A internet é um meio fantástico de reencontrar pessoas que fizeram parte da sua vida e também conhecer novas pessoas, fazer contatos profissionais e daí pode surgir uma bela amizade.

Estes tempos recebi aqui no blog a visita da Márcia que apresentou o blog para o Juarez seu namorado e para outra amiga internauta e corredora a Dani. Ficamos conversamos por twitter, facebook, e-mail, mas ainda faltava aquele encontro para tornar a nossa relação pessoal e nada melhor que uma prova para que isso acontecesse e a corrida que nos uniu na internet também nos reuniu pessoalmente.

A Marcia advogada, gaúcha e super simpática foi a primeira a visitar o blog e também a deixar um comentário super bacana no post Treinou? lavou tá novo. Começou a correr por causa do seu filho que já corria e não parou mais, hoje ela já possui diversas provas no seu currículo. Essa corredora ainda me apresentou duas pessoas muito bacanas que irei apresentar abaixo.

O Juarez é um atleta experiente, já correu dezenas de provas de 5k, 10k, 21k, 42k e tudo o mais que se possa correr, é triatleta com 2 Ironman Brasil na bagagem de sua bicicleta e para concluir um Ironman tem que ser fera, 2 tem que ter sangue de atleta. O Juarez para agregar ao seu currículo e torná-lo ainda mais interessante é também um blogueiro de mão cheia e nos apresenta uma série matérias interessantes a respeito do esporte e como diz em seu blog ijuarezlucas, ele apresenta personalidades e aspectos desportivos, muitas vezes ignorados pela mídia com uma visão bem despojada.

Para finalizar conheci também a Dani de Curitiba que também é assídua aqui no blog e que conta suas histórias de treinos e provas no blog Pó de Correr. Ela faz parte do grupo de corredores Jacaré de Conga, alias um grupo muito animado que tem como mascote um jacaré de pelúcia e ele é carregado pelo grupo para todos os lados.

Vários outros amigos participaram da prova, como o pessoal da I9 Assessoria Esportiva (Douglas, Jeje, Paulinho, Luciano, Gui, Vitor, Dani, Fabiano, Nice, Ricardo e Kati), essa turma faz parte do nosso grupo de corrida. Além deles dou um salve para o Fernando meu colega de trabalho que já foi fisgado pelo esporte, pois estreiou nessa prova fazendo 4km em 18:16min ficando em 6º na categoria 35-44.

É pessoal, essa foi a aventura deste final de semana, muitos desafios, prova difícil, visual deslumbrante, histórias incríveis, encontros e novos amigos…gostaria que toda prova fosse assim, um Mar de Gente especial, VALEU!!!!!

18k em 02:19:41 de muito suor, barro, areia e astral.

Link GPS: http://connect.garmin.com:80/activity/embed/108425359

Fotos da trilha:

Juarez Lucas

Atleta das fotos trilha:

Márcia

Novos amigos:

Márcia, Juarez, Dani e Sabrina.

Agradecimento especial à Karina que me acompanhou, aguentou os treinos e passou frio durante a prova, além de tirar as minhas fotos.

Um abração para o Dido da I9 Assessoria Esportiva, meu treinador que deu várias dicas para a prova e que montou uma planilha sinistra 1 mês antes, mas que deu resultado!

Estou pronto para recorde pessoal nos 10k da Track&Field e para a minha primeira meia em setembro.

Aloha e boa semana…

Anúncios

14 comentários em “Mar de gente!!

  1. Olá Diego!

    Sou amigo da Marcia Hack!
    Uma semana antes, no Adventure Fair em São Paulo, fui convidado pelo Kiko, o organizador do Mountain Do para fazer a cobertura e reportagem dessa prova, inclusive já fiz várias coberturas do Mountain Do da Lagoa da Conceição, do Costão do Santinho em Florianópolis e até do primeiro Mountain Do no estado de São Paulo, na cidade de Campos do Jordão por isso estava super ansioso em conhecer a região de Imbituba e a famosa Praia do Rosa, mas infelizmente da quinta para sexta e da sexta para o sábado fiquei com uma gripe muito forte e acabei desistindo de fazer um longa viagem rodoviária de São Paulo para Imbituba, pois não tinha comprado passagem aérea com antecedência, mas isso são ossos do ofício, quanto ao seu texto, esta de ótima qualidade, e super interessante de ler, gostei principalmente do início onde você fez uma comparação das diferenças da galera do surf com a galera da corrida, foi muito feliz e criativo, tem tudo para seguir uma carreira de jornalista.
    Um grande abraço!

    Marcos Viana “Pinguim”
    Site: http://www.superpinguim.com.br
    Blog: marcosvianapinguim.blogspot.com
    Twitter: twitter.com/ultrapinguim

    Curtir

    1. Bah Pinguim, eu já seguia você no twitter que legal…pena que não pode participar, mas pelo que vi você estava lá também…ao menos em uma foto!.rsrs
      Se vc quiser divulgar no seu site, pegar imagens (são da Márcia) fique a vontade, vamos dividir para multiplicar!
      Um forte abraço e espero que nos encontremos em alguma corrida e obrigado pelo elogio a respeito de meu texto.

      Curtir

  2. Diego: Confesso que finalizei esta prova completamente quebrada! Senti muito a gripe e a sinusite que me acompanharam! Mas faria tudo novamente, creio que mesmo com pneumonia! Para minha sorte, tive a cia do Juarez, como muito bem salientastes atleta de bagagem, soube orientar muito bem minha inexperiência nestas situações! Enfim finalizei e, nossa! Que prova! Linda demais, organização nota 1000, visual sem palavras! E eu pensando que conhecia o Rosa, nada…. hehehehehe!!! Agora, ter conhecido vcs e os Jacarés de Conga foi uma “prova” a parte! Incrível o que as corridas e o mundo virtual nos proporcionam! Foi um tal de vamos combinar provas em Curitiba pra lá, vamos p/ Lagoa da Conceição pra cá, haahhahaha!!! Grande motivação p/ continuarmos nesta vida maravilhosa de corridas e mais corridas!!!! Parabéns pelo post e por ter descrito tão bem os momentos incríveis que passamos!
    Abraços!!!!!

    Curtir

    1. Márcia confesso que não imaginava que seria tão legal até porque essa foi a minha primeira prova de aventura! Foi um prazer conhecer vcs pessoalmente e vamos nos encontrar em muitas outras provas!!! Viu que vc está em várias fotos??? foi minha atleta modelo..rsrsrs abraço!

      Curtir

Obrigado pela visita e participem comentando no blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s